• 08ago

    O que é Anestesia?
    É uma ação das drogas, provada no sistema nervoso, que resulta na perda da percepção aos estímulos externos e que é reversível. Portanto não sentimos dor.

    Quem é o anestesiologista?
    É o médico que cursou os seis anos de medicina e dois ou mais anos para se especializar em Anestesiologia.

    Quais os tipos de anestesia?
    Geral – onde o paciente permanece dormindo, e sem sentir dor. Regional – a anestesia é realizada apenas numa região do corpo, por exemplo, raqui e peridural e o paciente pode ficar dormindo ou acordado. Também existem outras técnicas que são utilizadas em procedimentos mais especificos.

    Quanto tempo dura a anestesia?
    Dura o tempo necessário para a realização do procedimento, sendo que o tempo todo o anestesiologista estará ao lado do paciente, cuidando e corrigindo o que for necessário, oferecendo segurança ao procedimento.

    Quanto tempo o anestesista ficará comigo?
    Durante todo o tempo da cirurgia e acompanhará à sala de Recuperação da Anestesia até que ocorra condição de alta para o quarto.

    Quais são os riscos da anestesia?
    Atualmente são raros os acidentes e as complicações relacionadas com a anestesia quando se conta com medicamentos seguros e anestesiologistas experientes, o que confere alto grau de segurança durante os procedimentos. Alguns fatos que muitas vezes não se pode prever podem acontecer, e o anestesiologista é o médico especialista que irá empregar todo seu conhecimento e toda sua perícia para a correção do problema.

    Será que eu vou ter alergia?
    Reações alérgicas podem ocorrer com qualquer tipo de medicamento e não existem testes para detectar estas alergias. O anestesiologista que está atendendo o paciente tem experiência para diagnosticar o problema e tratá-lo.

    Existem problemas hereditários relacionados com a anestesia?
    Sim, um deles é a hipertermia maligna que é desencadeada por medicamentos usados na anestesia. Se algum parente apresentou problemas com anestesia comunique seu anestesiologista para que ele possa tomar as condutas adequadas.

    Vou ser intubado?
    Na grande maioria dos procedimentos que requer anestesia geral, o paciente tem que ser intubado, o que consiste na colocação de um tubo de tamanho apropriado, introduzido pela boca até a traquéia. Tudo isso é realizado com o paciente dormindo. Caso ocorram dificuldades em ser realizada a intubação, o anestesiologista conta com um protocolo para tratar do problema, assim como aparelhos específicos. Próteses, dentaduras e dentes amolecidos podem ser afetados durante a laringoscopia para a intubação traqueal. Informe o anestesiologista sobre as condições de seus dentes.

    Porque tenho que estar em jejum?
    Quando são administrados os medicamentos para a anestesia, ocorre um relaxamento de toda musculatura que pode resultar em vômito e conseqüente aspiração pelas vias respiratórias, causando pneumonia grave. Portanto o jejum é obrigatório para todas as cirurgias eletivas, inclusive com anestesia local. O jejum deverá ser de 8 horas para sólidos e leite e de 4 horas para líquidos, inclusive água.

    Problemas em anestesias anteriores?
    Caso você tenha experimentado problemas em anestesias, não deixe de comentá-los com o anestesiologista, que terá mais elementos para tornar sua próxima anestesia mais confortável e segura.

    O que é visita pré-anestésica?
    Ela ocorre minutos antes da cirurgia. É o momento em que o anestesiologista conhece em detalhes o paciente, para traçar o plano anestésico, que irá se adequar o melhor possível ao seu estado fisiológico levando em conta as doenças clínicas ou cirúrgicas, a sensibilidade às drogas, as experiências anestésicas prévias e o seu perfil psicológico. Também é o momento de esclarecer todas as dúvidas, orientar as etapas pela qual o paciente irá passar e obter a autorização para a realização da anestesia. Antes da cirurgia poderá ser administrado sedativo ou analgésico para alívio da dor e da ansiedade. Esta medicação pré-anestésica poderá ser feita no quarto ou na sala de cirurgia, a critério do anestesiologista.

    O que é sala de recuperação após-anestésica RPA?
    Após o término da cirurgia, o paciente é encaminhado a uma sala, que conta com equipamentos de monitoração e o acompanhamento do anestesiologista até que esteja acordado, com seus parâmetros vitais estáveis, medicado para dor e possa receber alta para retornar ao quarto. Após a alta hospitalar, se tiver qualquer dúvida ou ocorrência na sua recuperação não deixe de consultar seu anestesiologista, ele sempre estará disposto a esclarecer suas dúvidas e orientar você no que for necessário. Em caso que julgar necessário procure o pronto atendimento do hospital, que entrará em contato com seu médico.

10 Comentários

WP_Floristica
  • avatar Vassilique Renata Sarris diz:

    Olá,

    Gostaria muito da ajuda e esclarecimentos de vocês, caso seja necessário para saber o porquê passo muito mal após fazer uma cirurgia.

    Há 9 meses fiz uma cirurgia de refluxo via video, nos pós operatório tive um episódio de vômito com muito mal estar, calor, frio e aceleração dos batimentos, logo recebi uma medicação e melhorei, sem contar as das 4 endoscopias antes dessa cirurgia, 3 delas tive mal estar, chegando em uma a vomitar e ficar impossível de ficar em pé.

    Nesse final de semana (29/01) passei por outra cirurgia (na bexiga), relatei ao anestesista sobre o que passei, como tb qdo tive meus filhos há 19 e 13 anos atrás o mal estar após as cirurgias.

    A anestesista disse que fez uma medicação no centro cirurgico para evitar os vômitos e mesmo assim qdo fui para o quarto as 12 h, vomitei por várias vezes (umas 7 vezes) até as 22h, seguido de mal estar, calor, suava frio, parecia que iria desmaiar, até que foram chamadas 2 anestesistas no quarto, dizendo que se eu não melhorasse em 15 minutos com as medicações que davam, iria subir ao CTI para aplicar outra medicação.

    Gostaria de saber, o que é isso, se é algum tipo de alergia a morfina ou algo parecido e se existe algum exame para esclarecer isso, pois tenho receio de precisar passar por outra cirurgia e ter que passar por tudo isso novamente.

    Grata,
    Vassilique

  • avatar carmen lucia morais veras diz:

    Tenho um parente que foi fazer uma cirurugia de fêmur,para colocar pino, mais enfelizmente não foi realizada a cirurgia devido o médico anestesia não ter conseguido aplicar a anestesia na espinha foram 12 furadas (imagine!!!!), e não consegui inclusive o médico tentou tb e não conseguio.
    Resultado ele retornou para o quarto e deram alta a ele para voltar próxima terça-feira para fazer a cirurgia.
    Segundo o médico não foi possível pegar a anestesia devido uma anomalia lombar que ele tem (isso ele tem mesmo).
    Fico acertado que o médico iria fazer a cirurugia com ele intubado, como será esse procedimento? tem algum risco de vd? ele está muito angustiado já que por desplicencia desse médico ele está quase 2 meses com o fêmur quebrado de uma queda, e o médico disse que só foi um fissura no osso do fêmur,e mandou fc em repouso absoluto durante 30 dias, que ficava bom, ele depois começou a perceber depois de 28 dias que a perna estava bem maior do que a outra, foi em outro hospital tiraram radiografia e na hora o ortopedista disse que o fêmur da perna esquerda estava quebrado e era necessário fazer cirurgia urgente. Voltou para o médico que atendeu ele e mostrou a radiografia ele realmente pediu (desculpa, engraçado né?), e marcou para fazer essa cirurgia que não foi feita ontem por esse motivo que relatei. Por favor me explique para poder acalma-lo, e vai fazer a cirurgia no hospital Público em Paraty-RJ. O que gostaria de saber? Qual o risco desse tipo de cirurgia? O pós-operatório? tempo de internação após cirurugia? os cuidados que deve ter após retornar para casa? deve fc 30 dias deitado o pode andar de moleta sem colocar a perna no chão? é uma pessoa muito pobre, por isso minha preocupação , e mais ele tem 46 anos. Obrigado

  • avatar Vanessa diz:

    Este comentario foi respondido via e-mail, para seu autor.

  • avatar Vanessa diz:

    Este comentario foi respondido via e-mail para seu autor.

  • avatar Ana Paula Francis diz:

    Bom Dia!
    Tenho escoliose e fiz cirurgia para correçao a 4 anos, tenho 17 pinos ou parafusos na coluna e no momento estou gestante.Gostaria de saber se mesmo com os pinos e hastes posso tomar anestesia raqui p/ fazer cesaria e ter meu bebe.
    Por favor esclareça minha duvida dra.
    Aguardo resposta
    Obrigada
    Ana

  • avatar juliana diz:

    Ola td bem,a 5 anos atraz fui tentar ter minha filha seria uma cesariana,marcada para um sabado,mais o Dr não conseguiu fazer a nestesia a raqui foram 9 furadas e ele acabou alegando que eu tinha engordado demais e que as agulhas eram curtas e que não aucansava o local correto…Depois de tudo esse sofrimento me abandonaram em cima da mesa cirurgica e cada um foi para um canto da sala la tinha 6 pessoas o Dr que iria fazer meu parto,ele na verdade e um cardiologista,um pediatra uma enfermeira e trez estudande em medicina.Voltei para o quarto acabei dormindo no hospital e fui embora no outro dia sem ganhar a criança,acabei pagando por um parto foi mais 2 furadas,e acabei tendo a criança graças a Deus acabou td bem!Mais antes do parto esse outro medico disse a mim e ao meu marido que eu ja tinha sofrido demais e que era bom eu fazer a laqueadura,bom eu fiquei bem em duvida mais o meu marido achou que eu deveria fazer…fisso mais me arrependi.hoje tenho 28 anos tenho um casal de filhos um de 11 anos e uma de 5 anos.Mais a minha pergunta e isso e normal acontecer???um cardiologista pode realizar um parto?

  • avatar solange roza da silva diz:

    gostaria que me tirassem uma dúvida! fiz 6 cirurgias na coluna lombar em um período de 3 anos, agora tenho que fazer uma histerectomia, posso tomar anestesia raque ou peledural? aguardo resposta

  • avatar luzia bezerra de melo diz:

    dia 8 de Fevereiro eu fiz uma cirurgia de retirada de mio ma fui antes no necesita ela disse que eu ia tomar anestesia geral, mas no dia foi outro anestesisto e outra anestesia RK com morfina, isso foi 7hrs da manha so lembro quando eu acordei no UTI 8hrs da noite.e ja faz mas de dois meses que eu estou tentando fazer o teste de alergia mas não cosigo a medica de alergia dis para mim que não consegue a medicação,e eu acho isso muito estranho, você pode mim dizer algo sobre isso.

  • avatar zíngara barros e silva castro diz:

    Tenho sinusite e quando engravidei da minha filha a 4 anos atrás eu estava sempre com o nariz entupido e sempre andava com um descongestionante se não eu não conseguia respirar.Passei a gravidez toda usando descongestionante e na hora da cesariana meu nariz entupiu e eu não conseguia respirar, tinha que ficar de boca aberta. Só que na hora foi muito ruím e eu pensei que ia morrer de falta de ar, meu rosto inchou e só consegui respirar novamente quando ja estava no quarto quando o médico trouxe um descongestionante e derramou no meu nariz. Queria saber se tem alguma coisa haver com a anestesia. obrigada!

  • avatar Vanessa diz:

    Este comentario foi respondido via e-mail para seu autor.

Deixe um Comentário

Atenção: O filtro de moderação está ativado. Pode ser que seu comentário demore para ser aceito. Isso somente acontecerá quando o Administrador do Blog aceitar ou recusar seu comentário. Portanto, não há necessidade de reenviar o seu comentário, apenas aguarde a publicação pelo Administrador do Blog.

Spam Protection by WP-SpamFree