• 15nov

    A ASPIRINA do laboratório Bayer é um medicamento que os meios de comunicação deveriam tratar como um Informe Publicitário à Comunidade, com muito mais frequência, deixando de lado a visão marqueteira de anunciar apenas produtos que as empresas pagam para ser anunciados. Na verdade a ASPIRINA® ela quase obrigatoriamente deve ser um medicamento para mulheres carregarem em suas bolsas, e homens andar pelo menos com um ou dois comprimidos na carteira ou no bolso, para ajudar sabe a quem?

    Pessoas com um princípio de Infarto…

    Vamos falar um pouco da história e dos benefícios da ASPIRINA para que vocês conheçam um pouco mais sobre ela e depois chegarmos definitivamente no objetivo principal desse artigo que é sobre ajudar alguém com um princípio de Infarto.

    PRIMEIRAMENTE VAMOS PARA O ALERTA DO PRÓPRIO LABORATÓRIO:

    “NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE GRAVIDEZ, GASTRITE OU ÚLCERA DO ESTÔMAGO E SUSPEITA DE DENGUE OU CATAPORA.”

    A aspirina, usada desde 1875, é a substância salicilato de sódio derivada da planta Salix alba, usada como antitérmico desde a Antigüidade. O chá de Sabugueiro (Sambucus nigra), no Brasil, é usado como antitérmico e analgésico. A aspirina obtida de fontes naturais é mais cara do que a produzida industrialmente.

    Em 1920, o laboratório Bayer, da Alemanha que lançou a aspirina industrial no mercado, acrescentou ao seu produto o slogan “A Aspirina não faz mal ao coração”. Se dizia na época ser ela prejudicial ao coração. Por ironia da história, os anos revelaram o contrário.

    Argumentos a favor do uso da aspirina

    1. Aspirina ajuda a prevenir ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais isquêmicos.

    2. A aspirina é um medicamento eficaz e barato.

    3. A aspirina interfere na produção de plaquetas e assim altera o propensão para a formação de trombos (coágulos) reduzindo os riscos de acidentes cardiovasculares.

    4. Por ano morrem nos Estados Unidos cerca de 900.000 pessoas em decorrência de acidentes vasculares cerebrais ou cardíacos. Calcula-se que de 5.000 até 10.000 dessas mortes poderiam ser evitadas com o uso da aspirina.

    Os efeitos colaterais mais freqüentes da aspirina

    1. Irritação do estômago e intestino, provocando azia, dor epigástrica, náuseas, vômitos, sangramentos internos, úlceras e perfurações graves. O uso de bebidas alcoólicas intensifica esses efeitos, incluindo ainda lesões no fígado.

    2. Tinidos (zumbido nos ouvidos) e diminuição da audição, principalmente com doses maiores. Esses efeitos tendem a diminuir com a redução das doses do medicamento.

    3. Alergias – cutâneas e respiratórias. Pode provocar asma em 0,2% das pessoas. Em alguns pacientes provoca sangramento pulmonar.

    4. Síndrome de Reye – provocada em crianças e que, embora rara, pode ser fatal. Particularmente na varicela a aspirina pode provocar a síndrome de Reye.

    Fonte: ABC da Saúde

    É claro que não estou aqui recomendando o uso diário da ASPIRINA porque sabemos que tudo em excesso não faz bem ao organismo, mas ela tem simmuitos benefícios, principalmente para quem tem problemas de varizes e pessoas com problemas de trombose, pois graças ao Salicilato de Sódio, temos então a presença também do Ácido Acetilsalicílico uma substância muito importante com vários benefícios, um deles é neutralizar os radicais livres (que vou tratar no próximo assunto, da próxima semana) outro é agir sobre as plaquetas inibindo a produção de Tromboxano A2 um poderoso coagulante plaquetário. Os anticoagulantes são fármacos usados para prevenir a formação de trombos sanguíneos, responsáveis pelas isquemias (termo médico: falta de sangue e nutrientes a um tecido) que são responsáveis por obstruir a irrigação perfeita principalmente das artérias coronárias do coração, mais especificamente a direita, que é a artéria que irriga a parte posterior do coração e fica apoiada em cima do diafragma, com isso ela já sobre uma determinada pressão normal e fisiológica, e quando neste ponto chega um coágulo, a base do coração não é irrigada devido a esta obstrução, e o resultado dessa falta de irrigação nos leva a um Infarto.

    Quanto você se deparar com uma pessoa reclamando de uma dor intensa irradiada no PEITO, na região do tórax, ela pode estar apresentando um princípio de infarto. Consiga um comprimido de aspirina e um copo com água e dê para esta pessoa tomar. Dentro de 5 minutos o medicamento já fará efeito e qualquer coágulo formado será parte dele dissolvido, tempo suficiente para você chegar com essa pessoa a uma unidade de atendimento. Após fazer este procedimento encaminhe rapidamente esta pessoa para um Pronto Socorro para que seja feito os procedimentos médicos e encaminhada para um Centro Cirúrgico se necessário.

    Lembre-se…
    Avise a equipe médica sobre o USO DA ASPIRINA, para que eles saibam como proceder em caso de uma cirurgia de emergência.

    Aqui em nossa Universidade muitos experimentos como este já foram realizados ao longo dos anos em práticas hospitalares e os resultados foram positivos e satisfatórios, sendo este mencionado em nossas teorias e práticas de primeiros socorros.

    As mulheres podem entender melhor esse potencial anticoagulante quando fazem o uso da ASPIRINA em seu período menstrual. O fluxo sanguíneo aumenta consideravelmente e a cor do fluxo fica um vermelho incandescente e muito menos denso.

    Quero deixar claro também que este medicamento não substitui uma boa caminhada e exercícios fisicos, que são peças básicas para uma melhor circulação sanguínea de forma natural, fisiológica e muito mais saudável. Na próxima semana quero tratar sobre os Radicais Livres, onde vamos saber também que de nada adianta uma boa caminhada sem uma boa dieta nutricional. Fique atento e acompanhe os próximos Posts.

    Por hoje é só pessoal,

    Um grande abraço, e fiquem com Deus.

4 Comentários

WP_Floristica
  • avatar Mariza diz:

    Oi Vanessa,

    Gostei muito de seu blog.

    Em relação à aspirina, vale ressaltar a reação alergica que alguns pacietne podem ter. Eu sou uma delas. Tenho forte reação alergica que já cheguei a ir para a sala de emergência (vc citou num ítem, mas deixo meu ‘reforço’ pois ando até com um cartão na bolsa dizendo sobre essa reação alergica).
    Mas não tenho dúvidas e concordo plenamente que é um excelente medicamento (para os não alérgicos!!!! hehehehe)

    Forte abraço e continue escrevendo, viu?

    Mariza (médica de Uberlândia MG)

    PS: deixo um convite para vc, se quiser, participar de uma rede social voltada para nossa área ( http://clubedosmedicos.ning.com )

  • avatar Ministério da Saúde diz:

    Olá, blogueiro(a)!
    Dia 30 de janeiro foi Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase. Se antes a doença assustava portadores e suas famílias, hoje ela tem tratamento e cura!
    Seja nosso parceiro e utilize seu espaço para divulgar informações sobre a doença. Se tiver interesse em colocar o selo da campanha em seu blog, entre em contato com comunicação@saude.gov.br.
    Para saber mais sobre hanseníase, acesse: http://bit.ly/dZFocW
    Siga-nos no Twitter: http://www.twitter.com/minsaude
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

  • avatar Vanessa diz:

    Prezados leitores, aguardem em breve novidades sobre esta parceria.

  • avatar Vanessa diz:

    Obrigado pelo prestigio, e pelas informacoes de grande utilidade.
    Gostaria de agradecer tambem o convite a rede social.

Deixe um Comentário

Atenção: O filtro de moderação está ativado. Pode ser que seu comentário demore para ser aceito. Isso somente acontecerá quando o Administrador do Blog aceitar ou recusar seu comentário. Portanto, não há necessidade de reenviar o seu comentário, apenas aguarde a publicação pelo Administrador do Blog.

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.