• 23mai

    Porque esta doença assusta tanta gente? Qual é o agente causal? Como se manifesta?

    São tantas as dúvidas que aparecem que nos perdemos em meio a tantos questionamentos.
    Vamos através deste post tentar elucidar algumas delas de uma forma mais clara e com uma linguagem mais acessível. Leia mais… »

  • 15nov

    A ASPIRINA do laboratório Bayer é um medicamento que os meios de comunicação deveriam tratar como um Informe Publicitário à Comunidade, com muito mais frequência, deixando de lado a visão marqueteira de anunciar apenas produtos que as empresas pagam para ser anunciados. Na verdade a ASPIRINA® ela quase obrigatoriamente deve ser um medicamento para mulheres carregarem em suas bolsas, e homens andar pelo menos com um ou dois comprimidos na carteira ou no bolso, para ajudar sabe a quem?

    Pessoas com um princípio de Infarto… Leia mais… »

  • 10set

    Você muitas vezes pode não estar familiarizado com o termo “rotavirus” ou “gastroenterite por rotavirus”, talvez você tenha conhecido crianças que já tenham experimentado essa enfermidade potencial e altamente contagiosa. A gastroenterite por rota vírus é muito imprevisível e não existe uma forma correta para avaliarmos qual das crianças infectadas apresentará um caso severo.

    O rotavirus infecta com maior freqüência, bebês de 0 a 12 meses e crianças até os 7 anos de idade. Quase todas as crianças são infectadas com rotavirus nos primeiros anos de sua vida. Segundo dados estatísticos a maioria das crianças em todo mundo se infectam aos 5 anos de idade. Leia mais… »

  • 01set

    Uma pesquisa realizada na Irlanda sugere que um componente encontrado no açafrão da Índia, presente no tempero curry, pode matar células cancerosas. O componente químico curcumina já era visto como um extrato com aplicações medicinais e já estava sendo testado para tratamento de artrite e até demência. Testes de laboratório realizados pelo Centro de Pesquisa do Câncer de Cork, na Irlanda, mostraram que a curcumina pode matar células de câncer de esôfago. Leia mais… »

  • 08ago

    O que é Anestesia?
    É uma ação das drogas, provada no sistema nervoso, que resulta na perda da percepção aos estímulos externos e que é reversível. Portanto não sentimos dor.

    Quem é o anestesiologista?
    É o médico que cursou os seis anos de medicina e dois ou mais anos para se especializar em Anestesiologia.

    Quais os tipos de anestesia?
    Geral – onde o paciente permanece dormindo, e sem sentir dor. Regional – a anestesia é realizada apenas numa região do corpo, por exemplo, raqui e peridural e o paciente pode ficar dormindo ou acordado. Também existem outras técnicas que são utilizadas em procedimentos mais especificos.

    Leia mais… »

  • 01ago

    Com os avanços constantes da Medicina, novas especializações e áreas vão surgindo e dando novos caminhos para os profissionais da área médica. Muitas dessas especialidades seguem tão a fundo seu estudo em busca de cura das mais diversas doenças, onde atualmente a Medicina não aceita tão somente o estudo da célula propriamente dita, mas das moléculas que participam da sua formação e composição.

    Estou falando da Medicina Ortomolecular, e vou tentar explicar em poucas palavras o objetivo desta especialidade e os benefícios que o desenvolvimento e aprofundamento do estudo desta área irá trazer para a Humanidade. Leia mais… »

  • 26jul

    Há situações que exigem grande atenção nas emergências médica, pois encontramos pacientes de alto risco.  A crise hipertensiva é considerada como um destes casos, quando existe uma grande alteração nos valores da pressão arterial.

    A causa mais comum de uma crise hipertensiva é o tratamento inadequado da hipertensão arterial primária. Os órgãos mais afetados neste caso são: sistema nervoso central, o sistema cardiovascular e sistema renal.

    Leia mais… »

  • 24out

    AnafilaxiaAnafilaxia é uma reação alérgica sistêmica, severa e rápida, a uma determinada substância, chamada alergênico ou alérgeno (substancia que em algumas pessoas o sistema imune reconhece como estranhas ou perigosas, mas que na maioria das pessoas não causam reação).

    Caracteriza-se pela diminuição da pressão arterial, taquicardia e distúrbios gerais da circulação sanguínea, acompanhada ou não de edema de glote. A reação anafilática pode ser provocada por quantidades minúsculas da substância alergênica. O tipo mais grave de anafilaxia é “o choque anafilático” termina geralmente em morte caso não seja tratado.
    Leia mais… »

  • 01ago

    Medicina IntensivaA medicina Intensiva é uma especialidade médica dedicada ao suporte à vida ou suporte de sistemas e órgãos em pacientes que estão em estado crítico, que geralmente necessitam de um acompanhamento intensivo e monitorado.

    Os especialistas em cuidados intensivos são chamados intensivistas.

    Leia mais… »